O que é visual merchandising e como fazer?

O que é visual merchandising e como fazer?

Você já pensou em mudar a maneira como os produtos são expostos em sua loja, em usar placas para destacar promoções, ou em elaborar uma lista de músicas que crie um clima agradável na sua loja? Se algumas dessas ideias já passou pela sua cabeça, então você já tem uma boa noção do que é o visual merchandising e como fazer.

Depositphotos_10633583_m-2015.jpg.jpeg

Apesar de ser uma área recente entre os profissionais de marketing, o visual merchandising permite aos varejistas reafirmar seu posicionamento de marca por meio de comunicações visuais e experiências sensoriais para os clientes e, com isso, ajuda a fidelizá-los e a aumentar o faturamento da loja.

Neste post você entenderá o que é, quais são as vantagens e os principais passos para usar o visual merchandising em sua loja. Acompanhe:

O que é visual merchandising

É a estratégia utilizada para criar um clima de compra favorável, que estimule a melhor percepção dos produtos e agregue valor tanto ao que é exposto na loja quanto à experiência de consumo do cliente.

Muito ligada ao mercado da moda, essa área do marketing utiliza técnicas cenográficas e cuida da comunicação comercial no ponto de vendas, além de todas as variáveis associadas à exposição de produtos e ao marketing sensorial de uma marca.

Sua principal preocupação é como traduzir os valores e o posicionamento que a marca deseja estabelecer na mente do cliente por meio da exposição dos produtos, do clima, do layout e do design da loja. Nesse sentido, as cores, placas, aromas, texturas, espaços e até mesmo os catálogos ou informativos ajudam na transmissão de uma mensagem e para o posicionamento da marca.

Quais são as vantagens de utilizar o visual merchandising no varejo

Adequação da loja ao perfil de clientes

A forma como a loja é decorada, a disposição de seus produtos, os cartazes e a comunicação visual que utiliza funcionam como fatores de segmentação de mercado, atraindo ou afastando potenciais clientes de determinadas classes sociais ou que optam por um estilo de vida específico.

Por exemplo, uma loja de varejo voltada para pessoas da classe C e D que enfatize preço baixo e variedade de peças e cores terá produtos e elementos visuais bem diferentes de uma loja de grife que enfoque a exclusividade das peças ou de roupas sob medidas, mais voltadas para a classe A e B. Ela será diferente também de uma loja cujo público são pessoas que tenham o estilo de roupa associado à moda hip hop, por exemplo.

Melhoria na experiência de compra do cliente

Quantas lojas de fast food você conhece que utilizam o vermelho, amarelo ou cores fortes como predominantes em sua marca e nas lojas de suas redes? O motivo disso é que as cores fortes criam um estímulo adicional às nossas emoções, aceleram nossa respiração e batimentos cardíacos e nos tornam mais falantes e impulsivos. Isso gera um senso de urgência maior e faz com que, apesar da pressa natural que os estímulos causam, a sensação de bem-estar e saciedade rápida proporcionem uma experiência prazerosa para o cliente.

Da mesma forma, o visual merchandising deve associar as necessidades da loja, como o da rápida circulação dos clientes nas lojas de fast food, com uma boa experiência para os clientes.

Reforço de marca

Pergunte a uma pessoa da classe A e B que goste de sapatilhas qual é o cheiro da marca Melissa. Depois pergunte se ao visitar a loja própria da marca ela sentiu o mesmo cheiro característico das sapatilhas. Certamente a resposta será que sim.

Agora pense nas sensações que sua marca deveria causar em seus clientes. Será que músicas, cheiros e elementos visuais seriam capazes de transmitir esse diferencial para quem entrar em sua loja?

O marketing sensorial e a experiência do cliente serão os principais elementos de diferenciação de sua loja em seu segmento em pouco tempo, já que se torna cada vez mais difícil criar inovações que não são rapidamente copiadas pelos concorrentes.

Aumento de vendas

Quanto mais pessoas são atraídas para o interior da sua loja, e quanto mais tempo elas gastam observando os produtos que sua empresa oferece, maiores são as suas chances de realizar uma venda ou de que os consumidores comprem produtos que não estavam inicialmente em sua lista de desejos ou necessidades.

Outra questão do visual merchandising que leva ao aumento das vendas é que essa estratégia pode ajudar a sua empresa a organizar produtos complementares ou a posicionar marcas menos conhecidos próximas de marcas mais famosas, para que ganhem destaque. Assim, o cliente perceberá a variedade dos produtos que são oferecidos, o que pode aumentar o ticket médio de venda.

Logo, investir em visual merchandising é uma estratégia para aumentar as vendas de sua empresa e não apenas uma questão estética.

Como começar a usar essa estratégia hoje mesmo

Pense em seu público e em sua marca

Quais são as características do seu público-alvo que sua marca complementa, destaca ou procura?

Talvez essa seja a principal pergunta que o visual merchandising terá que responder com seus elementos visuais e sensoriais no ponto de venda para criar uma conexão entre marca e público-alvo. Afinal, serão essas características que diferenciarão sua loja de seus concorrentes.

Construa um estilo próprio

Uma playlist exclusiva, cheiros, imagens, placas, letreiros e campanhas promocionais com estilos próprios e exclusivos são capazes de reforçar a identidade da marca e gerar uma forte conexão com seus clientes. Por isso, analise como cada elemento representa uma característica própria da loja. Caso algum deles não cumpra esse papel, repense como ele pode ser explorado.

A dica adicional é evitar elementos que causem rupturas com seu público. Por exemplo, usar uma estação de rádio ou músicas que não são agradáveis para o seu público é a receita certa para fazê-lo mudar de loja.

Determine quais são os produtos mais destacados ou destacáveis

Os produtos de marcas mais famosas costumam ser os mais procurados; logo, você pode usá-los para fazer com que o cliente circule mais pela loja. Ao mesmo tempo, colocar produtos que estão em promoção ou que são menos conhecidos em áreas com maior circulação e acesso mais fácil (como a frente da loja ou o corredor central) é a melhor estratégia para destacá-los frente ao público e aumentar suas vendas.

Mais que o emprego de estratégias visuais, o visual merchandising cuida de todas as questões ligadas à marca, comunicação, layout, design e experiência dos clientes na loja, criando uma boa conexão e um reforço natural entre a empresa e seus clientes.

Você acredita que essa estratégia poderia ser utilizada em sua loja? Quais dúvidas você ainda tem sobre o tema? Use os comentários para deixar suas questões ou expressar sua opinião sobre esse tema!

Serviço de Marketing Sensorial

Além da estratégia citada acima, você também pode utilizar o Marketing Sensorial para reter, fidelizar e engajar seus clientes. Utilize o Atmosfera, serviço pioneiro do Brasil.

Você pode testar por 10 dias gratuitamente:

Rádio Atmosfera Experimentar

2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *